Paternagem

Ele foi embora em meio aos meus gritos por socorro

Saia de perto de mim
Saia de dentro de mim
Não preciso de mais feridas
Não preciso de mais farpas.
Nas entrelinhas
A falta de amor,
Nas claras linhas
A falta de admiração,
Companheirismo,
Empatia
E compreensão.
Morra dentro de mim
E deixe-me em paz
Com a falta que me faz
O pai que um dia você foi.

About Renata Maia

Aprendiz da Vida, paulistana, alforriada, jornalista, suicidologista, ativista na luta contra a psicofobia, escritora, mãe de três futuros (Pedro, Clara e Davi), e de Esperança. Fundadora, em João Pessoa / PB, da Associação Vida Nova de Estudo e Apoio a Familiares e Portadores de Transtorno Bipolar ou Depressão - recomeçar é da nossa natureza!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Arquivos